Pesquisar este blog

domingo, 21 de dezembro de 2008

Neuza Ladeira-É Natal aí?

É natal ai?

No dia horizontal a viúva marginal enche o saco de presentes
Aguardando capital o povo dorme em filas
É véspera de natal!

A propaganda vende engano dê presente a quem se ama
Dê comida a quem tem fome
Roupa nova, banquetes.
Objetos a se perderem
Nada olhado ou detalhado judiado corre o capital
Nada de encontro real.

No silencio da cidade o ultimo cravo
Desfalece cristo nasce Jesus
Beijo capital agora Natal?

Sinto alegria viva estou
Certa cumplicidade
A satisfação em meio ao nostálgico sonho
Quem não gosta de ganhar presente?

NL/Pequenaflor

Um comentário:

Neuza Maria disse...

O Perfil

Nos vasos somos filhos de alguém
Herdeiros em corpo e alma deste trio indissolúvel
No berço do mundo somos amplamente servidos em tudo há o necessário
A beleza envolvida neste nascimento traduz aquela essência da divindade na luz o dia na treva à noite na união a plenitude.Isto me esquecendo do avesso
A perfeição as nossas mãos
Neste movimento incessante move a alma dos amantes
Após o gozo o repouso
Movimenta mesmo parado ou mesmo não pára
Da união o rebento á principio a fascinação isto quando a realidade o permite... Ai!í Essa realidade como inferno em próprio céu é tudo muito enredada o cume a montanha os caminhos o mundo
Viver o essencial aquele substrato de pura emoção
Da conjugação toda verbal já observastes?

NL